ASSOCIAÇÃO LUSO-BRASILEIRA DE CAMPO GRANDE - MS

Clube dedica dia especial para confraternização dos funcionários

“Tá vendo aquele edifício, moço? Ajudei a levantar” a frase inicia a célebre canção interpretada por Zé Ramalho, que é de conhecimento geral e sensibiliza quem a escuta. Contando a história de um trabalhador que constrói edifícios, escolas e igrejas, a música expõe a desigualdade social e o constrangimento em um mundo com catracas e cercas elétricas. Foi esta canção também que inspirou um dos dias mais especiais do ano no Clube Estoril, a confraternização dos funcionários.

Nessa segunda-feira (16 de dezembro de 2019) a Associação Luso-Brasileira de Campo Grande MS realizou mais uma edição da festa, que reúne os trabalhadores da manutenção, secretaria, professores e fornecedores e deixa o clube aberto exclusivamente a eles e seus familiares.

Logo pela manhã um café foi servido, com frutas, pães e frios. Enquanto isso as crianças podiam começar a diversão no pula pula, ou aproveitar o tempo de céu aberto para se refrescar na piscina.

É claro que mesmo nesse dia tem os voluntários que trabalham, como a Cléo, que montou a mesa com os presentes e a planilha com os nomes dos convidados, o Adãozinho que ia pra lá e pra cá ajudando na organização, a Heleonora que cozinhou e o Mário Nelson, que foi responsável por assar a carne do almoço, além da participação de todos os convidados e diretores na hora de lavar louça.

Os homens montaram dois times para uma partida de futebol de campo.

Os de colete verde deram um baile nos de vermelho, vencendo por 6 a 1. Éverton fez o gol do time vermelho, Adão e Celso fizeram três gols cada para os de verde.

O troféu, escolhido com humor pela presidente da Associação, Maria de Fátima, foi uma boneca para o goleador de cada time. Celso deixou que Adão ficasse com o prêmio, não sem antes fingir que ia ficar com ele.

“São doze meses de muito treino a gente jogando em nossos intervalos pra chegar nesse ponto e ser campeão” brincou Adão. “Na minha carreira é o primeiro troféu desse nível aqui e não vai ser o último, serão vários ainda” disse, se divertindo.

Para Éverton, que jogou profissionalmente em clubes nacionais, a presença do Adão no time adversário desequilibrou. “Literalmente é um competidor de peso! Ele se esforça, se posiciona bem e sabe jogar” avaliou. Para explicar o placar, o jogador ponderou “O nosso time está em fase de construção, acho que daqui a cinco anos a gente vai começar a encaixar peças”.

Mais tarde, na lanchonete, foram entregues medalhas aos jogadores.

A presidente Fátima continuou fazendo brincadeiras com os convidados. Primeiro propôs que o dj JB colocasse um forró pra que a pista ficasse cheia, e na tentativa de instigar as pessoas prometeu um prêmio ao casal que dançasse melhor. Dessa vez, Éverton e Adão tentaram jogar no mesmo time, mas não deu certo. Quem ganhou foi a Josiele e o Celso.

Depois foi a vez da dança das cadeiras com as crianças, vencida pela netinha do Coronel Reis.

Os adultos também tiveram sua bateria, proporcionando cenas hilárias.

O professor Agripino levou a melhor e ganhou. “Dança da cadeira é concentração, você tem que ver o pique do cara, se ele vai ou volta da cadeira, se está sobrando uma cadeira ou não. Eu vi a hora que estava sobrando uma e peguei primeiro. Aí é concentração, dança da cadeira é concentração. É um talento nato meu, anos e anos ganhando dança da cadeira” brincou o professor.

O presidente da câmara municipal de Campo Grande, João Rocha, deu uma passada na festa e prestigiou os funcionários. Fátima agradeceu e reconheceu novamente seu empenho na articulação que resultou no título de utilidade pública municipal da ALBMS.

À tarde as crianças tiveram uma surpresa, o Papai Noel veio à lanchonete e distribuiu presentes a todas.

Depois, a presidente Fátima, acompanhada pelo diretor social Reis, pela conselheira Maria Licínia, e pela secretária Cléo, realizaram sorteios de brindes e a distribuição das cestas natalinas.

“A cesta é uma pequena lembrança pra não passar em branco, diante da crise que estamos vivendo a nível nacional é algo bem pequeno, a gente gostaria de oferecer muito mais. Além disso, nós pedimos aos nossos colaboradores e fornecedores para que nos dessem alguns brindes pra serem sorteados como uma forma de alegrar e agitar o dia porque se não fica muito parado né” disse Fátima. A iniciativa de promover este dia exclusivo partiu da época em que a gestora assumiu a associação pela primeira vez, há dez anos. “Eles trabalham o ano inteiro aqui, a família sabe que eles estão aqui e não pode usufruir, os filhos não podem usufruir do local onde os pais trabalham. Então este dia pra eles é a maior alegria, o maior prazer e é a confraternização em que eu me sinto melhor porque eu estou interagindo com eles. É aquilo que sempre falo, a diretoria não é nada sem os funcionários. Os funcionários elevam ou derrubam qualquer diretoria, então a gente depende deles, você tem que dar valor aos funcionários. São seres humanos que estão aqui, que tem uma família por trás. A gente tem sempre que procurar se colocar no lugar deles. É claro, nós não conseguimos atender tudo o que eles querem, mas procuramos sempre fazer o melhor e atender o máximo possível e acho que este dia é um dia importante não só pra eles mas principalmente para a família, tomando como base aquela música do Zé Ramalho, cidadão” afirmou a presidente.

Texto e fotos de André Patroni.

Seja Sócio

O Clube Estoril oferece diversos planos para você se associar

Imagine ter um espaço de lazer com piscinas, quadras poliesportivas, campos de futebol, quiosques com churrasqueiras, pista de caminhada, sauna, academia*, pilates*, hidroginástica*, e tudo isso por um preço bastante acessível.

Saiba que este lugar existe e pode ser bem mais próximo do que você imagina! É o Clube Estoril, que oferece diversos planos para que todos possam se associar.

Contato

(67) 3312-0400

Rua Silvina Tomé Veríssimo, 20

Jardim Autonomista

Campo Grande, MS - Brasil

CEP: 79002-494

Horário de Funcionamento

Segunda-feira: 8h às 23h
Terça-feira: 8h às 23h
Quarta-feira: 8h às 23h
Quinta-feira: 8h às 23h
Sexta-feira: 8h às 23h
Sábado: 8h às 23h
Domingo: 8h às 20h
Feriados: 8h às 20h

Fale Conosco